Assistência Social- Morro Reuter (2° lugar)- 3° Prêmio Boas Práticas

MORRO REUTER – CINE CRAS

JUSTIFICATIVA: Ampliam trocas culturais e de vivências, e desenvolvem o sentimento de pertença e de identidade, fortalecem vínculos familiares e incentivam a socialização e a convivência comunitária. Este projeto acontece pela necessidade de se propor aos jovens um meio de representar suas vivências (como medo, angústias, emoções, frustrações, felicidades…) por meio da linguagem midiática, ressignificando-as.

OBJETIVOS: Abordar questões relevantes sobre a juventude; Contribuir para a construção de novos conhecimentos e formação de atitudes e valores; Possibilitar o desenvolvimento de habilidades; Realizar ações com foco na convivência social por meio da arte-cultura; Valorizar a pluralidade e singularidade; Sensibilizar para os desafios  da realidade social, cultural, ambiental do meio social; Estimular práticas posicionamentos e visões de mundo de jovens.

DESENVOLVIMENTO: O planejamento da atividade se deu a partir da construção coletiva com os adolescentes, a equipe de referência (psicóloga e assistente social, técnicas de referência do CRAS) e o oficineiro responsável. Utilizaram-se espaços para discussão e reflexão, com temáticas advindas do público participante a partir de suas próprias vivências. A partir dessas reflexões o grupo construiu coletivamente o roteiro da produção.

RESULTADOS: O Projeto remonta uma produção premiada como melhor filme no 4° Festival Internacional de Cinema Escolar de Alvorada no ano de 2018. Nos anos anteriores a produção advinda deste Projeto também foi premiada. Fica evidente o quanto os resultados são profícuos, na medida em que esses jovens se engajam na proposta, participam ativamente dos encontros e evitam a vulnerabilidade das ruas (e o que ela pode lhe oferecer) para estar no grupo de trabalho.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!