Pesquisa da Famurs revela o pensamento dos prefeitos sobre o modelo de distanciamento controlado do governo do Estado

Uma pesquisa realizada pela Famurs revela o pensamento dos prefeitos e prefeitas do RS sobre o modelo de distanciamento controlado do governo do Estado. Foram consultados 396 prefeitos dos 497 gestores do RS.  A consulta aos prefeitos foi feita até o começo da noite desta segunda-feira (03.08). O Presidente da Famurs e prefeito de Taquari, Maneco Hassen, apresentou os detalhes da pesquisa na manhã desta terça-feira (04.08) em videoconferência com o governador Eduardo Leite e os presidentes das 27 Associações Regionais.

Conforme dados revelados pela pesquisa da Famurs, 56,06% dos prefeitos gaúchos concordam com o plano, mas pensam que poderia melhorar. Para 33,08% dos prefeitos consultados, o modelo pode continuar como está. Já a rejeição ficou em 10,86%.

Outro dado que aparece na consulta da Famurs é sobre a atuação da polícia e forças de segurança na fiscalização e no combate as aglomerações nos municípios. 65,91% dos prefeitos acreditam que as forças de segurança devem ser mais firmes na prevenção.  O Presidente da Famurs, Maneco Hassen revela que a Federação já vem trabalhando forte nesta questão.  “Já conversamos com o Vice-Governador do RS e com o Ministério Público sobre esta questão. A posição que temos do governo do RS é a de que teremos uma ação mais forte na prevenção nos municípios. O procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, se prontificou a reforçar o pedido de que os órgãos de segurança pública do estado passem a atuar também na fiscalização para cumprimento do distanciamento controlado”, revela o Presidente da Famurs, Maneco Hassen.

Outro questionamento feito pela Famurs foi sobre o prazo em que deveria ocorrer a troca de bandeiras no RS. Para 51,01% dos prefeitos a melhor opção seria ter a mudança das bandeiras a cada 14 dias. E 43,69% dos gestores pensa que o ideal seria dentro do prazo de sete dias. Para 73,99% dos prefeitos, o sistema de recursos e o pedido de revisão das bandeiras deve ser mantido.

A pesquisa da Famurs mostra ainda que a possibilidade de dar maior autonomia aos municípios divide a opinião dos gestores gaúchos. 20,2% dos prefeitos pensam que cada município deve decidir sobre seu território; 27,02% discordam da mudança por entender que o governo apenas transfere responsabilidade aos prefeitos e 34% dos gestores pensa que esta é uma decisão que dever ser tomada entre o governo do RS e as prefeituras. 65,66% dos prefeitos que responderam a consulta da Famurs, afirmam que os critérios que definem a cor da bandeira devem ter dados técnicos e composto por um grupo de profissionais capacitados e especialistas.

83,33% dos prefeitos manifestaram que o governo do RS precisa disponibilizar mais testes aos municípios.

Confira no link ao lado a pesquisa completa –> Pesquisa-Modelo Distanciamento FAMURS FINAL

 

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!