Painel sobre comunicação na gestão pública marca encontro na Famurs

Começou, nesta quarta-feira (07/06), a 9ª edição do Encontro dos Assessores de Comunicação Social dos Municípios do Rio Grande do Sul. Promovido pela Famurs, as palestras e painéis do evento serão realizados até o final da tarde dessa quinta-feira (08/06). O evento tem como propósito qualificar os profissionais responsáveis por divulgar as ações das prefeituras gaúchas. A atividade é realizada no auditório da Federação (Rua Marcílio Dias, 574 – Menino Deus, Porto Alegre/RS).

Na palestra especial de abertura, o ex-prefeito de Porto Alegre José Fortunati e a cientista política Elis Radmann trataram do papel da comunicação na gestão do município. O político ressaltou que, apesar da grande oferta de profissionais no mercado, “é difícil conseguir um assessor de comunicação”. O ex-prefeito justificou a crítica ao explicar que o papel do assessor é muito amplo. “No momento que assumem a assessoria de comunicação de uma prefeitura, vocês são o porta-vozes do prefeito”, justificou. Fortunati defendeu ainda que é fundamental a transparência em todas as esferas da gestão pública. “Nós não temos o direito de esconder informações de quem quer que seja” defendeu.

Elis Radmann lembrou que o Brasil vive em um cenário com crises econômica, política, de segurança e social. Ressaltou que o gestor público e os seus assessores não podem ignorar o fenômeno do empoderamento do cidadão. O povo deve ser o foco de todas as ações. “Vocês trabalham para as pessoas. O prefeito trabalha para as pessoas”, ressaltou.

A cientista política criticou a falta de agenda de ações muitos gestores públicos.  “A maior parte dos prefeitos não tem propósito. Você [assessor] tem a tarefa árdua de ajudá-los a ter propósito”, orientou. Ela explicou também que as ações do governo devem contemplar as promessas feitas durante a campanha eleitoral. “Quem manda em vocês é o material de campanha da última eleição”, alertou. Para Elis, política/gestão, serviços e comunicação compõem o tripé de uma gestão.

Solenidade de abertura

Pela manhã, durante a solenidade de abertura, o coordenador-geral da Famurs, José Scorsatto, lembrou que é fundamental que o assessor de comunicação tenha a capacidade de convencer o prefeito sobre o que deve ser divulgado. “Na visão do gestor, tudo é importante. Vocês devem separar o joio do trigo”, orientou. A secretária de Comunicação de Porto Alegre, Tânia Moreira, lembrou que ser ouvido pelo assessorado requer um esforço permanente. “Fazer comunicação hoje se tornou um desafio”, refletiu.

O coordenador da Assessoria de Comunicação do Tribunal de Contas do RS (TCE), Marcos Rolim, explicou que o TCE investiu em acessibilidade. Para isso, foi inserida audiodescrição nas matérias do TCE. “Acessibilidade é importante se queremos falar com todos”, defendeu. Apontou que um dos grandes desafios dos assessores hoje é saber trabalhar com jornalismo de dados. “Cada vez mais, os órgãos públicos estão lidando com bancos de dados abertos”, explicou. O vice-presidente da Associação Riograndense de Propaganda, João Batista Filho, destacou a relevância da atuação do assessor hoje. “Como é desafiador, no cenário atual, fazer uma comunicação bem feita”, refletiu.

Baldasso

O jornalista Fabiano Baldasso falou sobre a importância de atrair e reter público nas redes sociais. Para refletir sobre as mudanças pela qual a comunicação passou nos últimos anos, o painelista destacou as alterações na forma de comentar futebol no rádio. As longas análises cederam espaço a avaliações mais curtas e diretas. “A realidade é outra”, ponderou.

Baldasso atuou na Gaúcha, Band e Atlântida em 20 anos de trajetória profissional. Lembra como era a relação com o público em uma emissora de rádio tradicional. “Eu tinha audiência na Rádio Gaúcha, mas não tinha contato com meu público”, refletiu.

A partir de 2009, o comunicador procurou obter uma maior inserção nas redes sociais. Uma tarefa que não foi cumprida sem alguns tropeços. “Eu errei muito. Eu fiz muita coisa errada”, relembrou. Hoje, com mais de 500 mil seguidores nas mídias digitais, Baldasso aponta quatro características fundamentais para a atuação nas redes: posicionamento, coragem, mudança e adaptabilidade.

 Assessoria de Comunicação Social
(51) 3230.3150 / 99330.8399
comunicacao.famurs@gmail.com

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!