Famurs realiza videoconferência para definição de medidas de apoio aos municípios atingidos pela estiagem

Com mais de 300 cidades em situação de emergência decretada por conta da seca, a Famurs reuniu prefeitos, prefeitas e secretários de Estado, entre outras autoridades, para discutir o tema. No encontro, realizado em ambiente virtual, foram definidas estratégias para enfrentamento da estiagem, que em algumas regiões já impede o abastecimento de água potável, por exemplo.

Depois da abertura realizada pelo presidente da Famurs e prefeito de Palmeiras das Missões, Dudu Freire, a primeira manifestação foi de Covatti Filho, secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural. Ele relatou que a secretaria já perfurou 40 poços artesianos, e já tem outros 100 na fila, nas regiões mais afetadas. Além disso, o Estado está construindo açudes e entregou cerca de trezentos kits de irrigação para agricultores familiares. O secretário disse ainda que requereu à Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que se amplie até 31 de maio o prazo junto ao Banco Central para que municípios publiquem seus decretos de emergência e solicitem renegociação de dívidas com prazos e limites diferenciados. A reivindicação foi resultado de outra reunião com a direção da Famurs, realizada na quinta-feira (23/4).

Na sequência, foi a vez de Karla Rech, superintendente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) no Rio Grande do Sul. Ela detalhou a criação do projeto RS Água Urgente, um grupo de trabalho formado por autoridades municipais, estaduais e federais, que vai mapear as regiões mais afetadas pela ausência de chuvas e obter recursos para ações pontuais.

Presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo destacou a parceria recente com a Famurs para homologação de 444 decretos de calamidade por conta do Coronavírus. O deputado ainda colocou o parlamento gaúcho a disposição para enfrentar a estiagem, homologando os decretos de situação de emergência dos municípios. Secretário estadual de Meio Ambiente e Infraestrutura, Arthur Lemos também participou do encontro e falou sobre o papel da Corsan na perfuração de poços, além de anunciar que a secretaria planeja, a longo prazo, a revitalização de bacias e construção de novas barragens.

Na continuação, foi a vez dos prefeitos Marcos Martini (Nova Bréscia), Mario Ceron (Ipiranga do Sul), Silvio Rafaeli (Tapes), Luiz Henrique Pereira (Arroio Grande), Daiçon Maciel (Santo Antônio da Patrulha) e Fábia Richter (Cristal) realizarem questionamentos aos secretários. No encerramento, o presidente Dudu Freire fala sobre a articulação, junto à bancada gaúcha na Câmara, para que parte das emendas parlamentares sejam encaminhadas para socorro aos municípios que tem problema de abastecimento.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!