Famurs participa de reunião com o governo federal para combater os efeitos da seca

Estratégias para diminuir os prejuízos causados pela seca nos municípios gaúchos. Essa foi a pauta da reunião em Brasília com representantes da Famurs, ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, governador Eduardo Leite e deputados da Bancada gaúcha.  O encontrou aconteceu na noite desta quarta-feira, 11.03, em Brasília.

Conforme o Coordenador de Agricultura da Famurs, Mário Nascimento, durante a reunião diversas medidas foram solicitadas ao governo federal como a agilização do reconhecimento dos decretos municipais de emergência homologados pelo Estado. “Foi um encontro muito importante, alinhamos também outras questões como a liberação de milho balcão da CONAB (vindo do Centro-oeste) para abastecimento do consumo gaúcho, especialmente para frangos, suínos, aves e bovinos de leite e uma articulação com a Funasa para a liberação de recursos financeiros para perfuração de poços artesianos e construção de redes simplificadas de água nos municípios”, ressalta Mário Nascimento.

Já o Prefeito de Pantano Grande, Cássio Nunes Soares, ressaltou a importância da reunião e da formação de um grupo de trabalho com bancos e representantes dos agricultores para avaliação e definição de apoio ao endividamento dos produtores rurais e agricultura familiar que foram atingidos pela estiagem. “Representamos a Famurs nesta importante reunião e solicitamos também novas linhas de financiamento para Cooperativas e  Empresas que também financiaram os agricultores. A primeira reunião deste grupo de trabalho já será nesta quinta-feira”, afirma o Prefeito de Pantano Grande, Cássio Nunes Soares

Na avaliação do Governo do Estado a principal demanda foi o pedido de prorrogação dos prazos dos financiamentos de produtores afetados pela estiagem no Estado. A solicitação constava em uma lista de reivindicações entregue por entidades agropecuárias gaúchas ao Governador Eduardo Leite ainda em janeiro e que, posteriormente, foi encaminhada à ministra pelo governador. Desde então, o governador Leite esteve duas vezes com Tereza Cristina para tratar do assunto – a mais recente durante a abertura da Expodireto Cotrijal, no início do mês, e outra em 12 de fevereiro, no gabinete dela.

Ao final do encontro, a comitiva gaúcha entregou um documento com a pauta de pedidos e marcou uma nova reunião de trabalho para a manhã de quinta-feira (12/3) no ministério.

Balanço

Conforme atualização divulgada em caráter excepcional pela Emater/RS-Ascar nesta quarta-feira (11/3), as perdas na produtividade, em relação aos dados inicialmente divulgados em agosto do ano passado, são de 32,2% nas culturas de soja e 26,2% na de milho na safra 2019/2020.

Na terça-feira (10/3), o governo do Estado firmou termo de cooperação técnica com mais nove municípios para a perfuração de poços artesianos. O objetivo é garantir o abastecimento de água para consumo humano. Os serviços serão realizados pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), beneficiando 970 famílias. No total, nos primeiros três meses do ano, mais de 2 mil famílias foram atendidas em 22 municípios.

Famurs busca soluções com Defesa Civil

Já, em Porto Alegre, o Superintendente da Famurs Verno Muller e o técnico de agricultura Ismael Horbach se reuniram com o Tentente-Coronel Estabel da Defesa Civil. O foco do encontro buscou a aproximação entre Famurs e Defesa Civil. Conforme Verno Muller, durante o encontro ficou definido um grupo de trabalho entre Defesa Civil e Famurs para auxílio aos municípios que precisam homologar situação de emergência em função da seca. “A Famurs e a Defesa Civil vão prestar todas as orientações necessárias para a construção de soluções aos municípios que sofrem neste momento com a estiagem”, destaca Verno Muller.

Com informações da Secom Palácio Piratini

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!