Eleições 2020: O que você precisa saber sobre o dia de votação

O primeiro turno das eleições municipais ocorrem no próximo domingo (15/11). Quase todos os 497 municípios representados pela Famurs devem conhecer, já neste fim de semana, quem ficará à frente do Executivo Municipal pelos próximos quatros anos. Com a pandemia, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) preparou algumas orientações especiais, a fim de promover um domingo de votação tranquilo, seguindo todas as medidas sanitárias recomendadas pelos órgãos de saúde.

Com o intuito de evitar aglomerações nas seções eleitorais, o TSE alterou o horário de votação, adiantando o início da votação em uma hora (7h às 17h). A Justiça Eleitoral definiu que os primeiros horários, das 7h às 10h, serão destinados ao público maior de 60 anos, e orienta para que os demais eleitores deixem para ir votar mais tarde, depois das 10h da manhã. Em todos os horários é obrigatório o uso da máscara e do álcool em gel – que deve ser utilizado após a identificação. Desta forma, o caderno de votação será assinado com as mãos já higienizadas. Não é permitido beber, comer, ou realizar alguma outra atividade que exija a retirada da máscara. 

Além disso, é necessário manter distância de, no mínimo, 1 metro das demais pessoas presentes nos locais de votação, evitando contato físico, como abraços e apertos de mão. É importante respeitar a marca de distanciamento nas filas, que estarão sinalizadas com adesivos no chão. O TSE orienta que os eleitores levem a sua própria caneta para assinar o caderno de votação, e pede para que quando for necessário apresentar o documento oficial com foto, com os braços esticados em direção ao mesário, sem se aproximar. Desta forma, ele verificará os dados de identificação à distância. Em caso de dúvidas, ele pode solicitar que sejam dados dois passos para trás e a máscara seja brevemente abaixada. 

Atenção, eleitor: em caso de febre ou covid-19 nos últimos 14 dias antes da eleição, não vote. A recomendação, neste caso, é que o voto seja justificado, relatando que foi por questões de saúde.

Atente-se ao seu local de votação
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) informa que pelo menos 77 municípios gaúchos terão locais de votação alterados no Estado. Você pode conferir se o seu colégio eleitoral está apto para votação neste link, pelo aplicativo e-Título, disponível para Android e iOS, ou através do número 148.

Documentos necessários
Para votar, será necessário apresentar um documento oficial com foto, que pode ser a carteira de identidade, a carteira nacional de habilitação, a carteira de trabalho, o certificado de reservista ou o passaporte, além do título de eleitor, já que nele constam informações sobre a zona e seção para votação. 

Ordem de votação
Serão sete números digitados na urna eletrônica, seguindo a ordem:

Vereador – 5 dígitos
Prefeito – 2 dígitos

Justifique seu voto sem sair de casa
Caso o eleitor precise justificar seu voto, o TSE recomenda que a justificativa seja feita sem sair de casa. O serviço pode ser realizado através do aplicativo e-Título. A funcionalidade “justificativa eleitoral” via aplicativo é mais uma alternativa que pode ser adotada a fim de evitar aglomerações nos locais de votação. Essa função permite que o eleitor justifique o voto quando estiver fora do seu município registrado para votação, tanto no primeiro quanto no segundo turno. Através do e-Título, também é possível obter a via digital do título de eleitor de forma rápida e fácil. 

Ainda com dúvida?
Para ajudar os eleitores, o TSE abriu um canal no WhatsApp para sanar dúvidas a respeito das eleições, locais de votação, documentação, além de outras consultas relacionadas ao processo eleitoral. Basta enviar um “Oi” para o número (61) 99637.1078 que o TSE estará de plantão para atender todos os cidadãos.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!