Crimes rurais são tema de reunião na Famurs

A Famurs sediou na última segunda-feira (9/12) uma reunião para discutir a implementação de ações ao combate aos crimes no meio rural. No Rio Grande do Sul, um dos crimes mais frequentes é o abigeato, que consiste no furto de animais de carga e de abate nos campos e fazendas.

Na ocasião, representantes da Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac), da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), da Assembleia Legislativa do RS, da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do RS (SEAPDR), da Polícia Civil e da Associação de Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp) trataram sobre a possibilidade de construir, conjuntamente, ações de prevenção e combate aos crimes no meio rural.

Durante a reunião, ficou definido que a Famurs, em parceria com as demais entidades, promoverá um encontro para debater com os gestores ações de combate aos crimes rurais. O evento será realizado em maio, durante a Fenasul, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

Participaram da reunião, representando a Famurs, os técnicos Mário Nascimento e Roberson Cardoso e o diretor de assuntos municipais, Rodrigo Westphalen; o diretor vice-presidente da Farsul, Fabio Avancini Rodrigues; o presidente da Febrac, Leonardo Lamachia; o deputado estadual Sérgio Turra; os delegados de polícia Joerberth Nunes e Larissa Fajardo; da Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrab) de Bagé o delegado de Polícia André de Matos Mendes, o inspetor Patrício Antunes, e a escrivã Flávia Domenech; e, representando a Amvarp, o prefeito de Rio do Pardo, Rafael Reis Barros. Também participaram o fiscal estadual agropecuário da SEAPDR, Francisco Lopes; e o assessor de segurança da Farsul, Jerônimo Barbosa.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!