Ação Solidária – Doações para cooperativas e associações de catadores de recicláveis

A manipulação de resíduos recicláveis apresenta naturalmente riscos à saúde dos catadores em decorrência da insalubridade da atividade. A situação de calamidade na saúde pública que enfrentamos pela Pandemia COVID-19 potencializa severamente o risco à saúde e à vida da população de catadores, em razão da origem dispersa dos resíduos manipulados.Em decorrência dos riscos potencializados, os trabalhadores da triagem estão sofrendo reveses que incluem dificuldades na comercialização dos produtos de triagem, aumento do número de catadores informais, dificuldades na manutenção de suas atividades e no adimplemento das suas obrigações mensais, e, principalmente, dificuldades em garantir uma renda mínima para sua sobrevivência. Diante disso, a Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária, regional Rio Grande do Sul, propôs uma ação conjunta com a FAMURS, com o apoio do Ministério Público do Estado -Promotoria de Meio Ambiente, para solicitar aos municípios que informem o nome e o endereço das cooperativas de cada município, indicando também a conta corrente, o CNPJ e o telefone de contato.
Intenciona-se, desta forma, disponibilizar essas informações e sensibilizar a população sobre a causa dos catadores, promovendo o contato com cooperativas e associações que se situem na mesma cidade ou bairro, visando a viabilizar ações solidárias, que poderão se dar por meio de doações de alimentos, outros itens de subsistência ou mesmo contribuição monetária.

Abaixo segue a listagem das cooperativas e associações de catadores do Estado do Rio Grande do Sul, bem como das unidades de triagem de Porto Alegre:



Do NOT follow this link or you will be banned from the site!