Mormo

A doença do mormo é transmitida por equídeos através de pus; secreção nasal; urina ou fezes e pode infectar humanos. Os sintomas nos cavalos são secreção nasal, febre e fraqueza. Segundo o Ministério da Agricultura, a legislação brasileira e recomendações internacionais sugerem que os animais acometidos por mormo devem obrigatoriamente ser sacrificados e cremados por se tratar de uma doença incurável. Em humanos, o tratamento é feito com antibióticos e dura três meses, mas a taxa de óbitos é alta.

O primeiro caso de mormo no RS foi confirmado em Rolante. Há suspeitas nas regiões do litoral norte, fronteira oeste e noroeste. Ao identificar os sintomas, deve-se notificar imediatamente a Defesa Sanitária e isolar a área e os animais.

Nota técnica sobre eventos com participação de equinos, asininos e muares
Relação de municípios que confirmaram o cancelamento de desfiles farroupilhas

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!